Municípios governados por partido de Josimar Maranhãozinho iniciam 2022 injetando R$ 13,2 milhões na economia

Municípios governados por partido de Josimar Maranhãozinho iniciam 2022 injetando R$ 13,2 milhões na economia

Profissionais da rede municipal de ensino de Zé Doca, Centro do Guilherme e Maranhãozinho, que são três dos 39 municípios governados pelo Partido Liberal (PL) – comandado no Maranhão pelo deputado Josimar, amanheceram neste sábado (8/1), com valores a mais em suas contas que variam entre R$ 3.76,13 a R$ 5.219,36. O anúncio dos pagamentos, foi destacado na noite desta sexta-feira (7), pelo programa Tá Na Pauta, da Rádio Nova FM (93.1 MHz).
 
As quantias pagas pelas prefeituras aos trabalhadores da educação, são referentes aos novos complementos do abono salarial da categoria. As gratificações foram disponibilizadas a todos os servidores que mantiveram vínculo ativo com a educação destas cidades em 2021, beneficiando professores e assistentes, além da equipe operacional formada por agentes administrativos, vigias, porteiros e auxiliares de serviços gerais.
 
Enquanto em muitas cidades, os profissionais do magistério da rede pública municipal realizam protestos e manifestações cobrando o pagamento do abono, em alguns municípios administrados pelo PL essa situação é bem diferente.
 
A prefeita de Maranhãozinho, Maria Deusa Lima Almeida – a Deusinha (PL), ressalta que é a segunda vez em menos de três meses, que a sua administração realiza o rateio e destacou a importância do educador para o futuro das crianças.

“Depois de pagar R$ 4,1 mil de abono para os professores, a prefeitura de Maranhãozinho, tem mais dinheiro para os servidores [da educação]. É um direito deles. O professor é aquele que garante o futuro das nossas crianças, por isso, eles merecem”, afirma Deusinha.
 
De acordo com a prefeita de Zé Doca, Josinha Cunha (PL), além de beneficiar a classe dos servidores da educação, as gratificações devem injetar mais de R$ 8,9 milhões no comércio do município.
 
Ela disse ainda que a soma do benefício pago em outubro que totalizou de R$ 5,4 milhões, com o que está sendo pago neste sábado, a complementação coloca na economia local mais de R$ 14,4 milhões.
 
“Zé Doca não promete, faz! É assim que trabalhamos com planejamento, compromisso, seriedade e respeito”, declarou a chefe do executivo zé-doquense.
 
Além de Deusinha, de Maranhãozinho; e Josinha, de Zé Doca, a iniciativa da gratificação salarial também foi anunciada pelo prefeito de Centro do Guilherme, Zé de Dário.
 
Soma com novos complementos
 
De acordo com dados obtidos pela reportagem, o total pago nas três cidades com os novos complementos beneficiam quase 2 mil servidores, somando somam mais de R$ 20,9 milhões, estabelecidos da seguinte forma:
 
Com mais de 1,1 mil servidores da educação, Zé Doca, somou R$ 14,4 milhões pagos em benefícios. Foram R$ 5,4 milhões em outubro e R$ 8,9 milhões agora em janeiro.
 
A cidade de Centro do Guilherme, que conta com mais de 396 profissionais do magistério, pagou R$ 1,6 milhão em outubro e R$ 1,4 milhão agora em janeiro, totalizando R$ 3,1 milhões.
 
Por fim, no município de Maranhãozinho, com 370 servidores da educação, foram pagos em outubro R$ 1,5 milhão e agora em janeiro a quantia de R$ 2,9 milhões, somando R$ 3,4 milhões pagos em benefícios.
 
Mudança amplia previsão de recursos
 
O Fundeb passou por mudanças importantes em 2020, que ampliaram o papel da União. O fundo reúne uma cesta de impostos, acrescida de uma complementação do governo federal — alcançando, no ano passado, o total de R$ 179 bilhões.
 
A mudança definiu que 70% da verba recebida por municípios e estados deve ser usada com pagamentos de “profissionais da educação” em exercício. Antes, essa vinculação era com “profissionais do magistério” e previa um percentual menor, de 60%.
 
O novo formato do Fundeb ampliou a previsão de recursos federais, que vai crescer gradualmente. As regras entraram em vigor em 2021.
 
Enfrentando desigualdade
 
Desde o primeiro pagamento do abono, no mês de outubro, o deputado Josimar, pré-candidato a governador pelo PL, destaca o modelo de gestão peelista que vem transformando os municípios administrados pelo partido. Ele afirmou que o objetivo é lutar para implantar no Maranhão a partir de 2023, uma ação semelhante visando tirar o estado dos piores indicadores do país.
 
O deputado destacou ainda que os investimentos em educação precisam ser prioridade, pois somente o setor pode ser usado como ferramenta para enfrentar a desigualdade social que assola tão fortemente o estado.
 
Ribamar também pagou
 
Na última quinta-feira (6), durante entrevista ao programa “Tá Na Pauta”, da Rádio Nova FM (93.1 MHz), o prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho (PL), também comentou o pagamento do benefício aos profissionais da educação que atuam na cidade ribamarense. Na mesma entrevista, ele também voltou a reforçar sua gratidão ao deputado Josimar e afirmou que não abrirá mão de apoiá-lo para o comando do Palácio dos Leões.



 

 
 

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.