Mulheres unidas contra feminicídio

Mulheres unidas contra feminicídio

A deputada estadual Detinha (PL) foi convocada para fazer parte do programa social “A fé contra o feminicídio”, idealizado pela igreja católica.

A parlamentar participou de um debate muito importante com Carol, do projeto “Somos todos Mariana”, Silvia Leite, ativista feminista, Kazumi Tanaka, delegada civil, a secretária Gilvana Duailibe e a vereadora Concita Pinto.

“A nossa trajetória a favor das mulheres está cada vez mais fortalecida. Além do projeto ‘Ação de graça’, do qual sou madrinha, também aceitei, com muito carinho, o convite para participar do projeto ‘A fé contra o feminicídio’ que, para mim, é um privilégio”, diz Detinha.

A finalidade do encontro é levantar a bandeira contra o feminicídio e todo tipo de violência contra a mulher, principalmente no atual período de pandemia em que houve aumento significativo de violência doméstica.

Os últimos dados oficiais indicam que, do início da pandemia até agora, foram assassinadas 497 mulheres. Diante dessa realidade, várias medidas e instrumentos legais foram criados para proteção das mulheres e punição de agressores, com destaque para a lei Maria da Penha.

Detinha pensa em fomentar a deliberação de políticas públicas para enfrentamento dos problemas que colocam as mulheres em situação de vulnerabilidade social.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.