Guerra: líderes cristãos na Ucrânia pedem envio de Biblias para continuarem propagando o evangelho

Guerra: líderes cristãos na Ucrânia pedem envio de Biblias para continuarem propagando o evangelho

Em meio à movimentação da guerra provocada pela Rússia, a população ucraniana está dando mais atenção a palavra de Deus para encontrar força e esperança, alguns deles estão tendo contato pela primeira vez com a Bíblia Sagrada.
A invasão da Rússia colocou a Igreja Ucraniana no centro do conflito, com os líderes cristãos amparando pessoas desesperadas e cheias de temor. Anatoliy Raychynets, vice-secretário geral da Sociedade Bíblica na Ucrânia, relatou que o trabalho pastoral nos últimos meses no país tem sido intenso:

“Mães chorando por seus filhos fora dos hospitais; crianças que não se lembrarão dos rostos de seus pais; milhares de pessoas se sentindo sem esperança e com medo”.

De acordo com Robert L. Briggs, presidente da Sociedade Bíblica Americana, os pastores estão unidos e fortes, ajudando os ucranianos a encontrar conforto na Bíblia. Porém, a demanda por exemplares das Escrituras é tão alta, que a Sociedade Bíblica no país ficou sem cópias nas últimas semanas, deixando pastores e padres que precisam de mais Bíblias de mãos vazias.

“Precisamos de mais Bíblias”, afirmou Robert. Ele relatou também que a Sociedade Bíblica ucraniana não está conseguindo acompanhar os pedidos de recursos e treinamento do programa de cura de trauma, utilizado pelas igrejas.

“Embora tenha sido introduzido há apenas seis anos, o programa tem sido incrivelmente eficaz, especialmente para os familiares dos mortos no conflito com a Rússia. Ele permite que os líderes locais guiem pequenos grupos de pessoas através de um processo de restauração”, explicou o presidente.

Robert afirmou que o povo ucraniano pode ser ajudado através de doações de Bíblias e oração. “Nossos irmãos e irmãs na Ucrânia precisam de Bíblias para pessoas que buscam consolo em tempos difíceis. Eles precisam de recursos de cura de traumas para fornecer o bálsamo das Escrituras. E eles precisam que intercedamos por eles”, declarou.

Neste momento de crise, pastores ucranianos e russos têm deixado de lado as diferenças partidárias e se unido na mesma fé, clamando juntos pela paz. “Falamos com nossos colegas na Rússia. Nós, líderes da igreja, falamos uns com os outros e oramos juntos. Estamos unidos no Senhor”, disse o pastor Anatoliy.

Robert Briggs lembrou que a mensagem do Evangelho tem o poder de reconciliar inimigos, expulsar o desespero e curar corações sofredores.

“Esta é a visão da Igreja unida que vemos brilhando na Ucrânia. Em meio à guerra, política e divisão, a Igreja de Jesus Cristo ainda está pregando o Evangelho e construindo o Reino”, exaltou.

Compartilhar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.